Bagagem

Se você quiser, eu faço as malas agora e vou ao seu encontro. Prometo deixar para trás todas as fotografias que me lembram os meus amores frustrados, o mapa onde marquei os lugares aonde quero chegar e os rascunhos onde estão anotados os meus objetivos e as minhas prioridades. O meu orgulho e arrogância também seriam fardos pesados demais para nós dois, eu não os levaria… Prometo levar somente o que há de mais suave e bonito em mim!

Se você quiser, eu me despeço dos meus traumas e receios e vou ao seu encontro agora. Deixarei para trás todas as pedras que encontrei pelo caminho e ainda carrego comigo; elas poderiam nos machucar. Levarei apenas as flores que cultivei no decorrer da minha vida e desabrocharam no momento em que te encontrei.

Eu só preciso saber quanto tempo você está disposto a ficar comigo; a entender os meus defeitos e admirar as minhas qualidades. Eu não te peço nada demais. Não exijo amor eterno, promessas, nem o que você não estiver disposto a me dar. Eu só te peço que não me iluda. Que não prometa ficar comigo durante as quatro estações se for me dar adeus quando o trem chegar à primeira…

Eu quero, assim como um rio encontra o mar, me desaguar em você. Mas não me prometa o mar se você não puder me dá-lo, nem me deixe mergulhar se o seu coração estiver raso demais. Eu tenho um coração amador, frágil. Não o aceite se você não estiver disposto a cuidar dele.

Se você quiser, eu faço as malas agora. Mas preciso saber se você está disposto a ficar comigo apenas por um final de semana ou pelo resto de nossas vidas. Levo na bagagem um par de roupas ou todo o amor que guardo no peito?

Diga-me antes que eu parta, para não partir o meu coração…

More about admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *